Saúde

Aprenda a Acalmar Seus Batimentos Cardíacos em Menos de 1 Minuto! (Taquicardia)

A arritmia cardíaca é uma condição onde o ritmo dos batimentos cardíacos sai do normal. Quando os batimentos cardíacos aceleram, damos o nome de taquicardia. Quando o ritmo dos nossos batimentos cardíacos cai, chamamos essa condição de bradicardia.

A taquicardia acontece de forma repentina e sua ocorrência não está ligada a nenhum esforço físico. Ela pode ser um sintoma de uma doença cardíaca mais grave, como um ataque cardíaco.

Pessoas que sofrem de hipertireoidismo, estresse ou fadiga podem desenvolver taquicardia.

O mais importante quando os batimentos cardíacos aceleram é o tempo de socorro para que a pessoa tenha tempo de chegar ao serviço de emergência para receber o tratamento adequado.

Pensando nisso, aprenda dois métodos para controlar seus batimentos cardíacos em menos de um minuto quando você passar por situações como medo intenso ou estresse muito forte.

Tenha em mente que, caso seus batimentos cardíacos estiverem acelerados por conta de um início de infarto então o socorro médico é o mais recomendado, inclusive para evitar que você sofra lesões ao tentar controlar sua taquicardia.

Nesse sentido, esses métodos são mais indicados para pessoas que sofrem de taquicardia devido a problemas com síndrome do pânico e ansiedade.

1. Use água fria
Encha uma bacia com água fria e coloque algumas pedras de gelo. Quando você sentir um aumento nos seus batimentos cardíacos e/ou os batimentos do seu pulso em ritmo muito acelerado, respire fundo, segure a respiração e mergulhe o rosto na bacia de água fria.

Fique com o rosto submerso até quando sua respiração permitir, para que a água fria estimulem os nervos necessários para que o cérebro diminua o metabolismo do restante do corpo e desacelere o coração, acabando assim com a taquicardia.

Esse truque é conhecido como “reflexo de mergulhadores” e deve ser usado sempre com cuidado. Repita o processo até sentir-se mais calmo (a).

2. Controle sua respiração
Ao manter uma respiração controlada por alguns minutos, você poderá reduzir o ritmo dos seus batimentos cardíacos e eliminar a taquicardia.

Primeiramente, inspire o máximo que puder. Em seguida, libere rapidamente todo o ar que você colocou nos pulmões.

O importante desse exercício é respirar no limite da capacidade do seu pulmão para que isso force os seus batimentos cardíacos a voltarem ao normal. Tenha em mente que respirar desse jeito é mais intenso do que respirar profundamente, por isso, realizar esse exercício por muito tempo pode fazer mal.

Nesse sentido, faça isso por, no máximo um minuto para aliviar a taquicardia e retornar os seus batimentos cardíacos ao normal.

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

INSCREVA-SE NO CANAL ► https://goo.gl/KusnWT
Facebook ► https://goo.gl/QJwd9p

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

——-
Para mais informações, fonte e referência, acesse ► https://www.natureba.net/taquicardia-aprenda-a-controlar-seus-batimentos-cardiacos-em-menos-de-1-minuto/

 
Compartilhe Agora:
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.