Aprenda os Sintomas de Câncer de Mama e se Proteja Regularmente!

O câncer de mama é uma doença crônica que afeta principalmente as mulheres e tem grandes chances de cura se detectado em seu estágio inicial. Apesar das campanhas informativas sobre o câncer de mama, parte da população feminina mundial ainda tem dificuldades de entender melhor os sintomas da doença.

Por isso, veja quais os sintomas mais comuns do câncer de mama e como você pode se proteger detectando essa doença em seu estágio inicial. O sintoma mais comum do câncer de mama é o aparecimento de um nódulo na mama.

Quando os nódulos na mama são indolores, duros e irregulares, eles podem representar perigo.

Por isso, ir ao médico é sempre fundamental.

Outros sintomas de câncer de mama são:

– Inchaço em parte do seio;
– Irritação da pele fazendo com que ela fique com aspecto de uma casca de laranja;
– Dor no mamilo;
– Mamilo retraído;
– Vermelhidão ou descamação da pele dos seios ou do mamilo;
– Escorrimento no mamilo;
– Aparecimento de caroço nas axilas.

Se você já percebeu algum desses sintomas, procure realizar esses dois procedimentos para verificar melhor a situação:

– Mamografia

A primeira forma de detecção é a mamografia.

Isso acontece porque o tumor do câncer de mama no estágio inicial mede até 1 centímetro e não pode ser detectado pelo autoexame. A mamografia é um exame de raios-X, onde a mama é comprimida entre duas placas de acrílico para melhor visualização.

Infelizmente, a compressão da mama será um pouco desagradável e pode doer, mas lembre-se que ela não é perigosa para os seus seios.

Independente de você sentir algum sintoma de câncer de mama, a mamografia deve ser feita anualmente a partir dos 40 anos.

Dessa forma, você estará se protegendo e, caso essa situação desagradável ocorra, terá uma possibilidade de 95% de cura e poderá viver de forma plena.

A faixa de erro da mamografia beira cerca de 10%, especialmente em casos de mulheres mais jovens, pois a mama está mais densa.

Por isso, caso queira aumentar ainda mais a sua proteção, complemente a mamografia com uma ultrassonografia anual para atingir o máximo de certeza no diagnóstico médico.

– Autoexame

A segunda forma de prevenção é o autoexame.

Essa prática é um complemento à mamografia, mas não deve ser usada sozinha, pois o autoexame só consegue detectar tumores com estágios mais avançados, ou seja, acima de 1 centímetro.

Realizar o autoexame é fácil e pode ser feito durante o banho.

Basta apalpar os seios até você perceber que existe algum nódulo, ou seja, um pequeno caroço.

Esse caroço pode ser mais rígido ou até mesmo macio e arredondado.

Quando o caroço é macio e arredondado a probabilidade de ser um tumor benigno é bem maior.

De qualquer forma, procurar ajuda médica nesse caso é fundamental para que você consiga o tratamento adequado.

Agora que você já sabe quais os sintomas de câncer de mama e como se prevenir, mantenha sua rotina de exames e realize o autoexame regularmente.

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

INSCREVA-SE NO CANAL ► https://goo.gl/KusnWT
Facebook ► https://goo.gl/QJwd9p

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

——-
Para mais informações, fonte e referência, acesse ► https://www.natureba.net/aprenda-os-sintomas-de-cancer-de-mama-e-se-proteja-regularmente/

Aprenda os Sintomas de Câncer de Mama e se Proteja Regularmente!
Rate this post

Recomendamos que leia também:

Compartilhe Agora:

You may also like...

×