Alimentação Saúde

Graviola combate o câncer e outras doenças

Graviola combate o câncer e outras doenças
5 (100%) 153 votes

Graviola combate o câncer e outras doenças e é um remédio natural e promissor. Acredita-se que é uma excelente terapia complementar para pacientes de quimioterapia. Esta erva da floresta amazônica tem sido usada em clínicas alternativas de câncer por mais de 25 anos, e por causa do sucesso do boca a boca, foi pesquisado por organizações como o Instituto Nacional do Câncer e os Institutos Nacionais de Saúde.

Família: Annonaceae

Gênero: Annona

Espécie: muricata

Nomes comuns: Graviola, guanabana, garra brasileira, guanábana Guanaba, guanaba, corossol épineux, huanaba, toge-banreisi, durian benggala, nangka blanda

Graviola combate o câncer e outras doenças

Graviola combate o câncer e outras doenças

É uma planta nativa do brasil, uma árvore que pode chegar até 10 metros de altura e que tem frutos muito saborosos e uma fama medicinal bem interessante.

A  graviola ultimamente tem  sido uma planta muito falada como um remédio anticancerígeno.  Mas será que é mesmo? o nome científico da graviola é annona muricata, e é uma planta que você  vai encontrar mais informações sobre ela tanto na internet como nos manuais de fitoterapia, quanto nas publicações científicas.
A vantagem terapêutica desta planta de floresta não é nova, dado que os sul-americanos e os africanos usaram esses extratos para tratar condições como artrite, febre, infecções bacterianas e parasitárias e até depressão.

É uma planta também da família da fruta do conde, do araticum, da Ata e de outras . Ela tem    qualidades medicinais muito importantes, principalmente nas folhas e cascas do tronco, nas suas raízes, e nas suas sementes também.

É preciso lembrar que a graviola uma planta potencialmente tóxica, então é preciso tomar cuidado, ter cautela na utilização de compostos com folhas e cascas de graviola.
O uso não pode ser exagerado em doses muito altas, nem por períodos prolongados, senão corre se o risco de uma intoxicação e não é isso que se deseja.




Toneladas de plantas são exportadas principalmente para a Alemanha e para os estados unidos.

Como chá a folha da graviola tem uma qualidade antidiarréico, além disso ela apresenta uma qualidade hipoglicemiante, ela reduz as taxas de açúcar no sangue pode ser  usado como um coadjuvante no tratamento,  por exemplo da diabetes.
Graviola contém muitos compostos ativos e produtos químicos que possuem numerosas propriedades curativas; Um deles é o fitoquímico natural conhecido como acetogeninas anóxicas, que é o foco principal dos pesquisadores.

Alguns pesquisadores confirmaram que as acetogeninas anóxicas possuem potentes propriedades antitumorais e exibem propriedades tóxicas seletivas contra células tumorais. Outros estudos clínicos também demonstraram as poderosas propriedades anticancerígenas, antitumorais e antivirais das acetogeninas anóxicas.

Graviola nos mostra o caminho

Valores nutricionais de Graviola:

Minerais

Ferro, potássio, cálcio, cobre, magnésio, manganês, sódio, fósforo, enxofre, selênio, zinco,

Vitaminas

Vitamina A, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina B3, Vitamina C

Fibras dietéticas, taninos, proteínas, lipídios

O uso contínuo dela é preciso ser feito com  acompanhamento médico, porque os efeitos podem  ser danosos para a saúde.

Graviola combate o câncer e outras doenças

Graviola combate o câncer e outras doenças

Graviola combate o câncer e outras doenças

 

A graviola apresenta uma qualidade e potencial para os povos da América.

Brasil:

Abscessos, tumores, edema, vermes, todos os tipos de parasitas, bronquite, dificuldades respiratórias, tosse, diabetes, desequilíbrios digestivos, disenteria, parasitas intestinais, ataques intestinais / cólicas, febre, problemas hepáticos, neuralgia, nervosismo, corpo em geral Dor, reumatismo, tétano

Peru

Tumores de todos os tipos, úlceras intestinais, parasitas, piolhos, hipertensão, diabetes, disenteria, indigestão, inflamação, gripe, doenças hepáticas, espasmos, febre e sedativos

Panamá:

Tumores, úlceras, parasitas, worms, distúrbios digestivos (dispepsia), diarréia e problemas renais: insuficiência renal – insuficiência renal

México:

solitário, indigestão, diarréia, disenteria, febre, resfriados de tórax, micose, escorbuto, péptica (sangramento)

Caribe:

Resfriados, calafrios, febre, gripe, diarréia, indigestão, nervosismo, palpitações, erupção cutânea, espasmos, doenças da pele e como agente sedativo e calmante

Curacao:

Problemas da vesícula biliar, nervosismo, como agente sedativo e calmante, parto

Haiti:

Parasitas, piolhos, gripe, lentidão digestiva, diarréia, febre, tosse, dor, fraqueza, feridas, pelagra, nervosismo, doenças cardíacas, espasmos, sedativos, amamentação após o parto,

Jamaica:

Parasitas, worms, asma, febre, doenças cardíacas, hipertensão, ajuda de enfermagem após o parto, nervosismo, sedativos, espasmos, tétano, retenção de água e fraqueza geral,

Trinidad:

Tinea, agente de limpeza do sangue, hipertensão, palpitações, desmaie, insônia, ajuda à amamentação após a entrega, gripe,

EUA:

Câncer, tumores, úlceras, infecções fúngicas, parasitas intestinais, hipertensão, depressão

Ásia – Malásia
Fertilizantes, tosse, resfriado, diarréia, dermatoses, hipertensão, reumatismo e redução de sangramento

Antilhas Britânicas:

Tumores, parasitas intestinais, asma, parto, auxiliares de lactação, hipertensão

Outros países:

Câncer, problemas renais, insuficiência vesical, distúrbios hepáticos, disenteria, malária, problemas de estômago, micose, piolhos, parasitas, parto, asma, hipertensão, doenças cardíacas, artrite, escorbuto e sedativo.

NUNCA INICIE UM TRATAMENTO SEM CONSULTAR UM MÉDICO

 

CONTRA O CÂNCER

 

 

Graviola combate o câncer e outras doenças

A graviola tem capacidade antitumoral, não foram testados com humanos ainda, foram testados em laboratório e teve uma eficácia muito grande em controlar o desenvolvimento de tumores no pulmão, chamados de adenocarcinoma democracy, da próstata, o pâncreas, do fígado e do intestino grosso, e em alguns casos ela teve um efeito melhor do que os quimioterápicos .

Então ,assim, essa substância presente nas folhas da graviola tem uma alta capacidade para ser utilizada,  e não quer dizer que você deve ou pode abandonar sua quimioterapia caso você tenha câncer. Contra o câncer é  preciso cautela no seu uso.

Junto com os efeitos antitumorais da graviola, também descobriu-se que as acetogeninas anóxicas compostas encontradas na erva de graviola também exibem atividades antiparasitas, inseticidas e antimicrobianas. As folhas de Graviola (Annona muricata) possuem um potencial antioxidante e desempenham um papel de eliminador radical eficaz e aumentam seus efeitos terapêuticos.

Outro estudo clínico sobre graviola também sugere que os alcalóides presentes no fruto de graviola apresentam efeitos antidepressivos em animais.

A cura do câncer de Graviola ainda está em investigação, mas é claramente inspiradora que é usada em todo o mundo por seu potencial para curar doenças graves. Extractos de Graviola, Graviola em pó e suplementos de Graviola estão disponíveis para promover a saúde ideal e podem ser tomados como um tônico para a saúde geral.

Mas pesquisadores mais detalhados ainda precisam ser entrevistados em Graviola para mostrar que Graviola é uma cura definitiva para o câncer.

Graviola só deve ser usado sob os auspícios de um profissional de saúde bem informado. Deve ser tomado como uma terapia complementar seguindo o conselho de um médico.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

SUCO DE FOLHAS DE GRAVIOLA

 

 

Ingredientes:
– 1 litro de água
– 5 folhas frescas de graviola

Bata tudo no liquidificador. Coe e beba ao longo do dia.

Você vai sentir a ação desintoxicante da graviola logo no início.
Beba até se sentir melhor, mas lembre-se: Não abandone o tratamento médico que você vem seguindo.

Se preferir, você pode beber o CHÁ DE GRAVIOLA

Ingredientes:
– 8 folhas secas de graviola
– 1 litro de água

Ferva a água e coloque as folhas dentro. Desligue o fogo e deixe descansar por 15 minutos.
Depois coe e beba!

O ideal é consumir 3 xícaras do chá por dia.

Contra Indicações:

Gestantes e portadores da doença de Parkinson não devem tomar nem o chá e nem o suco da folha da Graviola. Segundo estudo feito no Caribe, pessoas que ingeriram graviola em excesso desenvolveram com mais facilidade o mal de Parkinson. Mas isso só acontece quando o consumo é muito grande.

Consulte seu médico antes de tomar este chá/suco.

 

Gostou deste post? Se você gostou, curta nossa página no facebook e compartilhe com seus amigos.

 

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

 
Compartilhe Agora:
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.