Notícias TV e Famosos

Polícia Federal faz vistoria no apartamento de Adriana Ancelmo

Para ter direito à prisão domiciliar, a ex-primeira dama do Rio de Janeiro não pode ter acesso à internet ou telefone. O relatório já foi entregue à Justiça e será examinado pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal; é ele quem vai decidir se Adriana Poderá voltar ao convívio com os filhos em casa. Moradores do prédio onde Adriana morava, no Leblon, protestaram nesta terça (28) e deixaram claro que a ex-primeira-dama não será bem-vinda.

 
Compartilhe Agora:
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.