Notícias TV e Famosos

Sem verba, maior maternidade de Minas Gerais ameaça fechar as portas

Cerca de 30 crianças nascem, todos os dias, no Hospital Sophia Feldman, em Minas Gerais. A maternidade pública, a maior do Estado, incentiva o parto normal e era considerada uma referência nacional. Mas, com a situação financeira delicada, reclamações se tornam frequentes e a administração ameaça fechar as portas. Com um déficit de R$ 1,5 milhão por mês, os servidores trabalham há mais de um ano com atraso no pagamento; ainda não receberam nem o 13º salário.

Sem verba, maior maternidade de Minas Gerais ameaça fechar as portas
5 (100%) 63 votes
Compartilhe Agora:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.